Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

palpável silêncio...

emoções dentro de mim dão conta da minha conduta, um dia me sinto demasiado nova, outro demasiado velha, e lá se vai meu equilíbrio minha harmonia, aqui delinearei parte de mim passado sem pretensão e escreverei estados de espírito no presente...

palpável silêncio...

emoções dentro de mim dão conta da minha conduta, um dia me sinto demasiado nova, outro demasiado velha, e lá se vai meu equilíbrio minha harmonia, aqui delinearei parte de mim passado sem pretensão e escreverei estados de espírito no presente...

momento...

cá dentro só o silêncio

bate a solidão

pensamentos emaranhados

um vento sopra de mansinho

no coração

os olhos molhados

dum cinzento baço

a alegria volta

só quando te abraço.

 

natalia nuno

desejo...

eu e tu...ambos sonhando

sonhos mágicos, até quando?

teu coração o meu toca

logo, um estranho batimento

se teu olhar me provoca

o desejo é tormento!

enigma...o tempo

quando olho as palmas das mãos

há uma linha onde se perde 

o passado, na outra ,o futuro

olha-me ali, calado

com um silêncio duro

diz-me com frieza: espero por ti

qualquer sonho eminente

acaba aqui...

 

natalia nuno

 

 

dúvidas...

olhando o vazio

tenho dúvidas...interrogo-me

incessantemente...ser,

ou de talvez não ser!

essa janela aberta, esse rio

que nada pode deter.

 

caudal impetuoso, tenaz

que avança, capaz

de  prosseguir com as palavras

que ama...

 

natalia nuno

 

 

 

 

 

 

versos tristes...

escrevi meus versos tristes

numa noite fria

a sombra escura sobre eles caía

e a lua do alto se ria

que fiquem eles por lembrança

ou voz de quem nada alcança.

 

natalia nuno

 

sou lei...

nada, nem ninguém me maltrata,

como eu a mim mesmo

e sinto-me indefesa perante 

o cinzento dos pensamentos

sou o meu juiz e o meu verdugo

 

nataliarosafogo

mal d'amor...

todo o mal se melhora

só o de amor não tem cura

mesmo cuidando na hora

com muito carinho e ternura

 

logo por ele se chora...

por ele deixamos tudo

é nosso ouro,

nosso tesouro

Ah!coisas d'amor...

não me iludo!

Mulher...

chorou amargamente até ao fim

mas firme no seu querer

o amor? nem não, nem sim,

mas ela vai sempre amar

porque é MULHER!

 

natalia nuno

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D